Home Data de criação : 08/12/26 Última atualização : 14/04/22 19:29 / 2567 Artigos publicados

EDIFICANDO O LAR, SL 127  (Família) escrito em terça 10 fevereiro 2009 20:51

Pr. José Antônio Corrêa

 

"1 Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. 2 Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois ele supre aos seus amados enquanto dormem. 3 Eis que os filhos são herança da parte do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão. 4 Como flechas na mão dum homem valente, assim os filhos da mocidade. 5 Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, quando falarem com os seus inimigos à porta."

 

INTRODUÇÃO:

 

1. Quando estamos casando, nosso objetivo principal é edificar um lar que seja um lugar de gozo, paz e harmonia. Para edificarmos nosso lar, é necessário conhecer e praticar alguns princípios da Palavra de Deus. No Salmo 27, encontramos alguns princípios da verdadeira edificação do lar.

2. Este Salmo é um Salmo de Salomão, cuja sabedoria, é inigualável. Ele procura nos ensinar em seus escritos que, fora de Deus, tudo é vaidade e nada é válido em termos de valores absolutos. Somente em Deus o homem encontra os verdadeiros valores da vida mais profunda e significativa.

3. Assim sendo, ele adverte a todos os casais, sobre a futilidade de se tentar edificar o lar sem Deus. É como construir uma casa sobre a arreia, Mt 7.26-27, "26 Mas todo aquele que ouve estas minhas palavras, e não as põe em prática, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. 27 E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa, e ela caiu; e grande foi a sua queda".

4. Se Deus não fosse tão esquecido em nossa vida doméstica, não teríamos que suportar a vergonha, e a tragédia dos nossos baixos padrões morais, da destruição dos lares, da delinqüência juvenil, das drogas, etc.. Vejamos Quatro Princípios Na Formação do Lar:

 

I - O LAR DEVE SER FUNDADO POR DEUS

 

"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam...", Vs. 1.

1. É preciso que Deus autorize e edifique o casamento, uma vez que o lar pertence ao seu plano para o homem.

a. Quando Deus estava criando, no final de cada ato de criação, encontramos a seguinte frase: "e viu Deus que isto era muito bom".

b. Em Gn 2.18, notamos uma mudança na frase: "Não é bom que o homem esteja só...".

2. Olhando para esta frase "Não é bom que o homem esteja só...", podemos concluir que Deus reconheceu o casamento como uma necessidade que se desenvolveria em pelo menos dois fatores fundamentais:

a. Consumação do amor humano,

b. Continuidade e preservação da raça.

3. O que Deus tem em vista no casamento, é a vida compartilhada, vida complementar, é "a soma de um mais um que é igual a um", Gn 2.24, "Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne."

4. À luz deste ensino, temos que buscar autorização do Criador para contrairmos o matrimônio. Só Deus é o autorizador do casamento.

5. Também é preciso que Deus solenize o casamento:

a. Gn 2.22, "e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. "Deus trouxe a mulher a Adão".

b. Em Pv 18.22, temos: "Quem encontra uma esposa acha uma coisa boa; e alcança o favor do Senhor".

c. Vejamos o que Jesus disse comentando este ato de Deus, Mt 19.6, "Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem." Note a expressão: "O que Deus ajuntou, não separe o homem", o que nos leva a crer que todo casamento deve ser ajuntado por Deus. Quando isto não acontece o lar se destrói e fracassa.

6. Deus tem que ser o fundador do Lar, caso contrário ele ruirá.

 

II - O LAR TEM QUE SER DEFENDIDO POR DEUS

 

"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam...", Vs. 1.

1. Somente Deus é o seguro protetor e defensor do lar. No Sl 34.7, temos: "O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra". Este Anjo aqui em evidência é uma referência ao próprio Deus em ação no AT. A pessoa de Deus deve ocupar os cantos e recantos da vida familiar. Vejamos alguns pontos:

a. Deus deve ocupar a primazia na consagração da família. Marido e esposa, devem viver em inteira submissão a Deus. Os filhos criados neste clima serão também abençoados.

b. Deus deve ocupar a primazia na devoção da família. A leitura da Palavra de Deus e a oração devem ocupar parte importante dentro do lar:

b.1. Leitura da Palavra de Deus: Cl 3.16, "A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria; ensinai-vos e admoestai-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus com gratidão em vossos corações."

b.2. Oração: Em I Pe 3.7, a Palavra nos alerta que os cônjuges devem fazer de tudo para suas orações não sejam interrompidas: "Igualmente vós, maridos, vivei com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais frágil, e como sendo elas herdeiras convosco da graça da vida, para que não sejam impedidas as vossas orações."

c. Deus deve ocupar a primazia na disciplina da família. A definição da palavra "disciplina" de acordo com o termo original é: "ensino", "instrução", "treinamento", "educação". Neste conceito estão incluídos castigos e punições. O marido deve ser um vivo exemplo de disciplina:

c.1. Pv 22.6, "Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele."

c.2. Ef 6.4, "E vós, pais, não provoqueis à ira vossos filhos, mas criai-os na disciplina e admoestação do Senhor".

c.3 2 Tm 1.5, "Mas o fim desta admoestação é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência, e de uma fé não fingida."

c.4. 2 Tm 3.16, "Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça."

2. Se Cristo não estiver na defesa do lar, será impossível impedir o poder destruidor de Satanás sobre ele.

 

III - O LAR TEM QUE SER SUPRIDO POR DEUS

 

"Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois ele supre aos seus amados enquanto dormem", Vs. 2.

1. Os suprimentos que realmente importam, não são aqueles que são conseguidos pelos nossos esforços e labutas inúteis, mas aqueles que chegam até nós pela graça e dom de Deus:

a. Devemos nos contentar com o que recebemos de Deus, Hb 13.5, "Seja a vossa vida isenta de ganância, contentando-vos com o que tendes; porque ele mesmo disse: Não te deixarei, nem te desampararei."

b. Vejam o que era para Paulo este suprimento de Deus, Fp 4.19, "Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus."

c. Reportemos também a experiência de Davi, Sl 37.25, "Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão."

d. Vejam também Dt 28.1-5, "1 Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra; 2 e todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, se ouvires a voz do Senhor teu Deus: 3 Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo. 4 Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto do teu solo, e o fruto dos teus animais, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. 5 Bendito o teu cesto, e a tua amassadeira."

2. Feliz é o lar que credita seu suprimento somente a Deus!

 

IV - O LAR DEVE SER FAVORECIDO DE DEUS

 

"3 Eis que os filhos são herança da parte do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão. 4 Como flechas na mão dum homem valente, assim os filhos da mocidade", Vs. 3-4.

1. Um casamento que não almeja filhos, não é completo. Eles são desejáveis. A esterilidade no V. T., era tida como uma maldição. Exemplos:

a. Raquel, Gn 30.1-2, "1 Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, senão eu morro. 2 Então se acendeu a ira de Jacó contra Raquel; e disse: Porventura estou eu no lugar de Deus que te impediu o fruto do ventre?"

b. Ana, I Sm 1.1-8, "1 Houve um homem de Ramataim-Zofim, da região montanhosa de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efraimita. 2 Tinha ele duas mulheres: uma se chamava Ana, e a outra Penina. Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha. 3 De ano em ano este homem subia da sua cidade para adorar e sacrificar ao Senhor dos exércitos em Siló. Assistiam ali os sacerdotes do Senhor, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli. 4 No dia em que Elcana sacrificava, costumava dar quinhões a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos e filhas; 5 porém a Ana, embora a amasse, dava um só quinhão, porquanto o Senhor lhe havia cerrado a madre. 6 Ora, a sua rival muito a provocava para irritá-la, porque o Senhor lhe havia cerrado a madre. 7 E assim sucedia de ano em ano que, ao subirem à casa do Senhor, Penina provocava a Ana; pelo que esta chorava e não comia. 8 Então Elcana, seu marido, lhe perguntou: Ana, por que choras? e porque não comes? e por que está triste o teu coração? Não te sou eu melhor de que dez filhos?"

2. Realmente, os filhos constituem prêmio para o lar. Notemos as frases contidas no texto:

a. "Os filhos são herança do Senhor".

b. "Fruto do ventre, o seu galardão".

 

CONCLUSÃO:

 

1. Vocês que hoje estão constituindo um lar, devem lembrar destes quatro princípios importantes:

a. O lar deve ser fundado por Deus,

b. O lar deve ser defendido por Deus,

c. O lar deve ser suprido por Deus,

d. O lar deve ser favorecido por Deus.

2. Estando atentos a estes princípios, vocês certamente serão abençoados pelo Criador.

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.204.103.179) para se identificar     

Nenhum comentário
EDIFICANDO O LAR, SL 127


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para falandoseriotv

Precisa estar conectado para adicionar falandoseriotv para os seus amigos

 
Criar um blog