Home Data de criação : 08/12/26 Última atualização : 14/04/22 19:29 / 2567 Artigos publicados

OS DOIS SENHORES  (Esboço de Sermão) escrito em quarta 01 abril 2009 17:28

MT 6.24

Pr. José Antônio Corrêa

 

INTRODUÇÃO:

1. "Ninguém pode servir a dois senhores...". Foi assim que Jesus se expressou, conhecedor que era das tendências erradas da humanidade. Ele aponta nesta parte de seu sermão, uma das maiores irregularidades do homem, que é a mesma irregularidade dos dias atuais.

2. Em Êx 20.2, Deus condenou esta duplicidade quando disse: "Não terás outros deuses diante de mim". O profeta Jeremias condenou também a duplicidade, Jr 2.11-13. O mesmo ocorreu com Paulo em 1 Co 6.14-16.

3. Podemos deduzir que assim como no passado havia a duplicidade religiosa, hoje também ela é evidente em muitas pessoas.

 

"VAMOS VER COMO ESTA DUPLICIDADE DE MANIFESTA NO HOMEM":

 

I - DUAS VONTADES

1. Estas duas vontades, manifestam-se no homem que deseja ser religioso: A vontade de servir a Deus e tê-lo como Senhor, mas há uma outra vontade que é a vontade de servir ao mundo e agradá-lo.

2. Há muitas forças que atraem a vontade do homem, que deseja obedecer a Deus, mas não se desliga do mundanismo:

a) Família, Mq 7.6, "Os inimigos do homem são os da sua própria casa";

b) Os amigos;

c) A sociedade;

d. Uma ocupação, emprego.

3. Porque não é possível servir a dois senhores, o homem sofre as conseqüências de uma tentativa para contrariar a vontade de Cristo.

 

II - DUAS AMIZADES

 

1. Surgem duas vontades. O homem quer ser amigo de Deus, mas também quer ser amigo do mundo. Não da para ser amigo de Deus e amigo do mundo ao mesmo tempo, Tg 4.4. O termo que Tiago usa é pesado. Ele chama estas pessoas de "adúlteros e adúlteras".

2. Para não desagradar ao amigo que você vê, e com quem convive diariamente, você desagrada a Deus, que não vê, esquecendo de que Deus é onipresente.

3. O homem que se torna amigo do mundo e ao mesmo tempo quer ser amigo de Deus, contraria os ensinos de Jesus. Não se pode servir a dois senhores. Isto é desobediência a Deus.

 

III - DUAS MENTALIDADES

1. Há pessoas que usando da sua mente e da sua sabedoria, tentam interpretar a Palavra de Deus à luz de suas próprias vidas. Este tipo de pessoa quer viver o que bem entende. A Bíblia tem que se encaixar no seu modo de vida e não o seu modo de vida ser moldado pelo que diz a Palavra de Deus.

2. Se você quer viver no pecado, procurando justificar suas atitudes dentro da Palavra de Deus, você está servindo a dois senhores.

3. Estão aí as muitas religiões pregando falsos ensinos aos seus seguidores, ensinos estes que não mais são do que "justificativas bíblicas para situações pecaminosas". Com isto contrariam a própria Palavra de Deus e acabam por servir a dois senhores.

4. O cristianismo deve ser a força infalível para resolver todos os problemas humanos, baseando-se na promessa de Cristo, Jo 16.33. Paulo prega que o "Evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê", Rm 1.16.

5. A Palavra de Deus, deve corrigir nossa mente, e não nossa mente tentar corrigir o que a Palavra de Deus ensina de forma clara.

 

IV - DOIS PROGRAMAS

1. Um é o programa traçado por Deus para o homem, que é o programa da felicidade, do poder espiritual, da realização de um Reino Eterno. Seu lema está em Mt 6.33, "Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e as demais coisas vos serão acrescentadas".

2. Outro é o programa traçado pelo homem: "Primeiro a obrigação, depois a devoção". De acordo com este programa, pensa-se primeiramente nas necessidades do lar, do corpo, nas responsabilidades sociais e comerciais, etc. Por último, pensa-se então nas necessidades da alma. Porém a alma é mais importante do que tudo o que existe na terra, Mc 8.36, "Pois que adianta o homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?".

3. Sim, estamos envolvidos em dois programas: Um traçado por Deus, que o homem deixa no abandono e o outro traçado pelo homem que lhe absorve todo o seu tempo. São dois senhores a que o homem procura servir.

 

V - DUAS VIDAS

1. É exatamente o que observamos neste mundo. Uma vida é a vida material, cheia de preocupações as quais o homem se entrega diariamente. Por sua agitação, por suas necessidades, nela o homem aparece como aquilo que realmente é: genioso, cheio de ira, intolerante, mentiroso, etc. É a vida do homem velho, do homem natural, que "não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura, e não pode entendê-las, porque se discernem espiritualmente", 1 Co 2.14.

2. Outra vida é a vida espiritual, a vida para a qual Jesus convida todos os pecadores, tendo-a invocado a favor de seus discípulos, Jo 17.17, "Santifica-os na verdade; a tua Palavra é a verdade". É a vida espiritual verdadeira, imunizada de toda a hipocrisia, de todo ritualismo, de todo o formalismo. É a vida íntima com Deus.

3. Não se pode ter duas vidas: A vida do mundo e a vida de Deus; a vida carnal e a vida espiritual, pois assim estaremos servindo a dois senhores.

 

CONCLUSÃO:

1. "Ninguém pode servir a dois senhores".

2. Como tem sido a tua vida neste mundo? Você tem servido a dois senhores?

3. O apóstolo Paulo escolheu o seu legítimo Senhor e resolveu serví-lO para sempre quando O encontrou na estrada de Damasco. Veja o que disse a Jesus, At 22.10, "Senhor que farei?".

4. Josué, o grande líder do povo de Deus, desafiou o povo com as seguintes palavras: "Escolhei a quem sirvais... porém, eu e a minha casa, serviremos ao Senhor", Js 24.15.

5. Você não quer servir somente ao Senhor?

voltar a sermões/estudos

www.proveg.com.br/igrejabatista

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.227.231.229) para se identificar     

Nenhum comentário
OS DOIS SENHORES


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para falandoseriotv

Precisa estar conectado para adicionar falandoseriotv para os seus amigos

 
Criar um blog