Home Data de criação : 08/12/26 Última atualização : 14/04/22 19:29 / 2567 Artigos publicados

Três Ordens de Jesus Para Cura e Libertação  (Esboço de Sermão) escrito em quinta 18 junho 2009 22:04

João 11:38-44


Três ordens diretas de Jesus podemos destacar neste texto, que determinaram a solução completa para um grande problema, aqui representado pela morte de
Lázaro já há quatro dias. Jesus chega e estabelece o propósito que Deus, o Pai, tinha para aquela situação. Jesus vem socorrê-lo quando já não há mais esperança ou solução.
Jesus, diante das aflições da família, também se emociona (v. 35, Jesus chorou) e sente íntima compaixão por eles. Jesus tinha empatia (sentia as mesmas dores) para com aquela família.

1a. Ordem: Tirai a pedra
Jesus mesmo não removeu a pedra, mas deixou esta responsabilidade para nós.
Ele pode fazer todas as coisas, mas há coisas que ele quer fazer através de nós. Por exemplo, os anjos quiseram pregar o evangelho, mas essa responsabilidade Deus deu aos homens, por mais finitos e limitados que sejam. Jesus chama as pessoas que estão ao seu lado para participarem do milagre. Tirar a pedra, portanto, é função nossa.

Vejamos a ilustração do mendigo chinês que passou a vida toda sentado numa pedra esmolando no caminho. Vindo a morrer em elevada idade, o prefeito resolve remover a pedra sobre a qual o mendigo estivera assentado, e para surpresa deles encontraram debaixo da pedra uma fortuna incalculável. O mendigo morreu sem fazer uso daquele grande tesouro e riqueza, impedido por uma pedra que nunca removera. Assim acontece com muitos chamados cristãos entre nós. Não queremos remover as pedras que muitas vezes nos separam da fonte de toda riqueza que é Deus.

Que tipo de pedras? A incredulidade por exemplo é uma pedra terrível.
"Errais não conhecendo as escrituras nem o poder de Deus". As pessoas passam a vida toda vivendo miseravelmente, porque não crêem que Deus quer e pode mudar suas vidas. Crer é obedecer. Se creio, me lanço para obedecer. Exemplo da criança que se lança nos braços do pai e pula sem temer, sabendo que não vai cair e se machucar. Isto é crer, é confiar que Deus vai fazer. As pedras impedem o relacionamento com Deus e com nossos filhos, cônjuge, amigos.  

Pedras de lembranças, amarguras, feridas íntimas na alma, que nos impedem de perdoar e sermos perdoados. A ordem de Jesus é: tirai a pedra. "Infeliz é o povo cuja esperança se perdeu, e a fé se petrificou" (Rui Barbosa).

Quem tem que tirar a pedra SOU EU. O que é que me separa de Deus, e me mantém num sepulcro gelado? Tomemos hoje a decisão de tirar as pedras de nossa vida para que Deus possa nos libertar da morte.

2a. Ordem: Vem para fora
O morto já cheirava mal. Mas Jesus ordena esta palavra de cura. O que cheira mal necessita ser retirado. "Se creres, verás a glória de Deus" . Deus quer exatamente se manifestar e operar nesta situação, onde não podemos mais "pôr uma pedra em cima", pois o que está debaixo necessita de cura. Aqui é onde o poder de Deus opera. Ele nos dá o poder para sairmos da situação que está cheirando mal.
E do que devemos vir para fora? Podemos considerar coisas como: maledicência, inveja, traição, mentira, covardia, adultério, injustiça, falsidade, cobiça, infidelidade, roubo, prostituição, incredulidade, desobediência, feitiçaria, calúnia, murmuração, amor ao dinheiro, vícios, etc.
Aqui o poder de Deus entra em ação e nos "ressuscita", ou seja, traz vida para onde havia morte em nós.

3a. Ordem: Desatai-o e deixai-o ir
Nós é que temos que desatar e deixar ir. É minha responsabilidade. Preciso ajudar as pessoas a serem desatadas, e levá-las a uma experiência de nova vida. Quantos nasceram agora, e necessitam de cuidados, de reconstruir suas vidas, de serem livres das amarras do passado. Ficaram tantos anos escravos de pensamentos errados, vícios, pecados grosseiros. É a igreja, uma comunidade que cura, perdoa, restaura, que deve fazer isso com as pessoas. E a igreja aqui sou eu e você. Estas pessoas não podem se desatar sozinhas, necessitam de ajuda nossa.
Vejamos a experiência de Paulo, em Atos 26:15-19, que foi chamado por Jesus para pregar aos gentios, e transportá-los do poder de Satanás para Deus, das trevas para a luz.

Conclusão
Estas três palavras de ordem são em primeiro lugar para nós. Antes de tirarmos as pedras da vida dos outros, temos que removê-las das nossas próprias vidas. Como podemos ajudar a curar os feridos se nós mesmos estamos feridos? Tomemos hoje a decisão de remover as pedras, para que Deus possa operar dentro de nós e remover o que está podre e cheirando mal, e então, desatados daquilo que nos amarrava, podermos ir e ajudar a outros a também serem libertos e despertarem para a verdadeira vida que há
em Cristo Jesus.
No culto, o Pr. Carlos Alberto orou com toda a igreja, removendo as pedras, confessando o que necessitava de cura e libertação. Após isso, de mãos dadas, um orou pelo outro e declarou quebradas todas as ataduras e amarras que os prendiam, para a partir de agora viver uma vida produtiva e abençoando a outros.

Ofertório de domingo de manhã
Queremos uma igreja família porque é o sonho do coração de Deus. Atos 4 nos fala como vive esta igreja. Crer em Jesus é ser mais que religioso, é investir, é financiar a verdade. Porque viviam em amor, e tinham unidade e amor, então investiam no reino de Deus. Sonhavam os mesmos sonhos juntos.
Esta igreja vai multiplicar-se quando sonharmos os mesmos sonhos juntos. 

Se nossa prioridade não for ganhar almas, para que estamos aqui? O valor hoje não deve ser mais ouvir os cânticos ou o pastor SOMENTE, mas o valor principal deve ser ganhar almas perdidas para Jesus, e nos multiplicarmos. 
Uma mulher quando se casa e não pode ter filhos não se sente realizada, e não consegue ser feliz. Não podemos ser felizes se não gerarmos outros em Cristo. Esperamos que o pastor faça isto, mas na verdade nós é que precisamos ser curados, nosso ventre espiritual necessita ser curado. Temos tantos perto de nós que necessitam conhecer a Jesus. Deus fará isto entre nós!

Se tivermos um só coração e uma só alma, então será possível. Eles todos estavam comprometidos com a verdade, com a visão, e por isso financiavam a verdade. Eles queriam que Pedro e João continuassem com o ministério de Jesus. Se alguém hoje entrega sua escritura de um imóvel em prol do Reino de Deus, logo os religiosos se levantam e dizem: por que isto não é entregue aos pobres, proporcionando o bem a outros? E infelizmente este argumento não falta no meio do rebanho. É o mesmo argumento de Judas no caso de Maria com o vaso de alabrastro. Era o salário de um ano de um operário - e Judas logo se apresentou com uma solução espiritual. Mas a escritura explica que ele agia assim porque ele tinha a bolsa e cuidava das finanças, e era ladrão.
Estes são os que Malaquias fala no capítulo 3, que roubam a Deus, e acham que as pessoas são como elas, por isso não prosperam, e não querem que outros prosperem também. Sempre têm recursos para gastar nos seus empreendimentos pessoais, mas são mesquinhos e infiéis para com Deus.

O que vamos financiar? Temos compromisso com a verdade? Temos um mesmo sonho? Então vamos para a prática disto.

Carlos Alberto de Quadros Bezerra

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.242.121.134) para se identificar     


9 comentário(s)

  • Mauricio Fagundes da Sil mailto

    Qui 30 Jan 2014 02:58

    adorei o sermao, que me abencoou muito

  • Diniz mailto

    Qua 06 Nov 2013 15:17

    Muito edificante , Deus Abençoe

  • Daise Ferreira mailto

    Sex 06 Set 2013 23:08

    Q Deus continue abençoando sua vida!

  • pastorbarreto mailto

    Ter 23 Jul 2013 01:57

    apaz,muitobom,dignodeser,seguido,portododos,pregadorem,,,amem

  • Paulo mailto

    Sáb 15 Dez 2012 15:32

    gostei muito quero receber mais

  • carlos

    Qui 22 Nov 2012 23:54

    muito bom. benção

  • Pr.Emanuel Elias

    Qui 22 Nov 2012 22:03

    Realmente enriquecedor esse estudo!
    Parabéns.

  • Nonato Santos mailto

    Sex 09 Nov 2012 15:41

    A Paz de Cristo, amado.
    eu amei esta mensagem,pois ela está centralizada na vontade de Deus para o cristão ou não cristão,confrontandonos com a palavra pura,onde o incrédulo pode se sentir a vontade para decidir por seguir a Jesus.
    Que o Senhor te abençoe cada vez mais com sabedoria e graça.Fique em paz.

  • douglas

    Sex 20 Jul 2012 22:56

    demais eu nao lie mesmo


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para falandoseriotv

Precisa estar conectado para adicionar falandoseriotv para os seus amigos

 
Criar um blog